Idas e Vindas – Nova vida

Idas_Vindas

4º Capítulo – Nova vida

Esperei pelo parto de sua filha queria conhecê-la antes de ir embora, pois não tinha certeza se voltaria a vê-la novamente. Em meu coração alimentava a ilusão de esquecer a quem eu tanto amava e via nessa viagem uma tábua de salvação tanto para os meus “pecados” como pra minha dor.

Em agosto de 2002 o neném nasceu e o seu status de relacionamento passou de pegação para morando juntos, o que de fato abalou muito o meu eu interior. Não estava conseguindo manter as aparências como deveria, acabei me afastando aos poucos, e em maio de 2003 fui embora da minha cidade com a ideia fixa de que enfim meus sentimentos seriam esquecidos pelo tempo e pela distância.

Os primeiros meses foram horríveis sentia falta de minha família, dos meus amigos e sentia falta dela. Era insuportável viver daquele jeito, mas tinha que ser forte. Tinha tido uma oportunidade muito grande e eu não podia simplesmente abandoná-la assim.

Longe da família, da igreja conheci pessoas diferentes, com modos diferentes e me envolvi com outra menina de quem gostei muito, em meus pensamentos eu a tinha esquecido, mas sabia que no fundo era somente uma ilusão minha, muitas vezes me via lembrando dela, queria que fosse ela no lugar da garota que eu estava, queria que ela estivesse vivendo todo aquele novo mundo junto comigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.