Cate Blanchett em Carol, o filme que eu não posso perder

Uma história de amor lésbico, protagonizada por Cate Blanchett, venceu o prêmio Queer Palm no Festival de Cannes.

Veja o trailer do filme Carol

“É mais do que apenas um filme simples – é um momento histórico – a primeira vez que uma história de amor entre duas mulheres é tratado com o respeito e a importância que atribuímos a todos os outros romances cinematográficos”, disse a presidente do júri do prêmio Queer, Desiree Akhavan, atriz americana.

Embora o filme não contenha temas homossexuais explícitos, o júri considerou que “ridiculariza normas sociais absurdas e convenções relacionadas com as relações sexuais”.

Akhavan disse que a menção especial para “The Lobster” refletiu a falta de representação abertamente ‘gay’ entre as obras alvo da seleção oficial deste ano em Cannes.

“Eu tinha muitas dificuldades em encontrar qualidades na selecção dos filmes deste ano. Nada parecia suficientemente ‘gay’”, disse ela.

A atriz rejeitou as críticas do Queer Palm que foram feitas pelo cineasta francês Xavier Dolan que, no ano passado, disse que achou “nojento” quando tentava distinguir o cinema ‘gay’ do cinema dito comum.

“Foi através do cinema estranho que eu encontrei confiança em mim mesmo e a força para sair num momento em que eu estava a tentar entender o que significava ser ‘gay’”, disse Akhavan.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.