IN FINITO

tristezaRespiro…

A lágrima corre pelo rosto

O nó na garganta.

De olhos fechados

Chega o fim.

Respiro…

Faltam-me as palavras

E o vazio que grita em meu peito

Já não pode nos salvar.

Tudo um dia chega ao fim.

Estamos fadados a terminar ciclos

Assim como estamos fadados a iniciar novos ciclos

Com novas pessoas

Novas sensações

Emoções, sentimentos; novas promessas.

Assim é a vida!

O fim nada mais é que o começo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s