O mundo é gay!

Sou gay, uma menina gay para ser mais específica sou lésbica… A palavra gay em inglês significa alegre/enfeitado/jovem e caso seu inglês esteja ativo procure por poesias antigas lá facilmente você irá encontrar frases como essa: the sky is blue and gay (O céu é azul e alegre). Como os nossos palavrões a palavra gay foi emprestada por um grupo de indivíduos para insultar outro grupo e no decorrer do tempo ela recebeu uma carga pejorativa e se transformou numa gíria, gíria tão fácil de pronunciar que foi se espalhando para muitos países. Se ela é tão ruim porque algumas pessoas ficam felizes em dizer que são gays?

Vamos rapidamente falar sobre cultura: o que é ofensivo para alguns não é para outros se por acaso eu chamar um menino canadense de veado ele vai ficar feliz com a comparação… Uma vez meu professor de inglês (canadense) me disse que o animal veado transmite uma imagem positiva, são animais muito fortes, elegantes e belos. E com a palavra gay não é diferente, apesar de um grupo de indivíduos ter feito essa bagunça com tal palavra por que diabos EU vou me sentir ofendida? Eu não sou alegre? Não sou jovem? Não sou bela? SOUUUUU! UHUUUUU I’M GAY!

Todos nós um dia tivemos o mesmo sexo (por isso homens tem mamilos) foi lá dentro do ventre das nossas mães que ficou estabelecido nosso sexo, masculino ou feminino e crescemos assim (existem casos de crianças que não “aceitam” o gênero da sua genitália e optam pela transformação, esses são os transexuais), a maioria de nós só descobre que é gay na adolescência… COMO??? Sim, foi o que aconteceu comigo e com muitos outros, pois a atração sexual surge nessa idade, gays são pessoas de um sexo atraído pelo mesmo sexo. Apesar de eu ter sido criada por pais heterossexuais religiosos junto com uma irmã vaidosa “patricinha” de idade próxima a minha e nunca NUNQUINHA ter conhecido alguém homossexual na vida eu me tornei (sempre fui, mas se manifestou depois) GAY!

12060047_1191059080907900_1685604467_oDizem que os gays têm corpos e cérebros trocados, é verdade? Eu não sei… e tem tantas outras coisas que ainda estão tentando explicar que provavelmente nunca saberei a resposta. Uma vez li que na República Dominicana existem casos de “meninas” que durante a adolescência são “presenteadas” com um pênis, elas são conhecidas como”gueve doce”, o que acontece é que os bebês do sexo masculino não recebem um hormônio que faz crescer o pênis, consequentemente nascem com a aparência feminina, são criados como meninas, ganham brinquedos, vestidos e status de meninas, mas na adolescência essa criança recebe o hormônio que não foi passado quando feto e nasce o pênis… até aí tudo bem, o que isso tem a ver com tema? Calma estou chegando lá! O curioso é que apesar de serem criadas como meninas a maioria das crianças assumem o corpo masculino, isso mostra que provavelmente a homossexualidade não é condicionada. Ninguém é ensinado a ser gay, já que os contos de fadas, os desenhos, as revistas estão aí ensinando que o “amor” é heterossexual.

Ser gay (homossexual) é pecado! PONTO. Bem, mais uma vez vamos falar sobre cultura, o pecado é algo cultural como a religião. Em certos lugares é pecado comer carne de porco, é pecado usar roupas mistas, é praticamente pecado ser mulher… e mais blábláblá… Eu tenho meu próprio ponto de vista sobre o pecado acredito que o pecado é machucar ou degradar uma pessoa/um grupo por suas diferenças. O MUNDO É VARIÁVEL e ninguém é obrigado a agradar ninguém e ainda digo para quem quiser ouvir EU SOU ÍNDIA e índio não tem religião. Fui catequizada e batizada, pois foi o que me instruíram, mas quando atingi a idade de questionar sobre o mundo e pesquisar sobre ele, descobri que há buracos que foram preenchidos por pessoas e seus preconceitos. Quem me garante que as pessoas que escreveram os trechos da bíblia não inventaram tudo aquilo? Pessoas mentem o tempo todo e não vou me sacrificar por uma possível mentira.

PERAÊH então você não tem religião? NÃO! Mas não sou contra ela, algumas manifestações, danças, atitudes e comunhão são tão bonitos que dão esperança e talvez nos fazem pessoas melhores, quero viajar o mundo conhecer muitos povos e suas culturas. Nunca vou dizer que cultura X tá errado e cultura Y tá certa, todos têm pontos positivos e negativos. Vai que aquele povo que mora lá dentro da mata está certo em não ver como soberano um Deus e sim uma “Deusa” a mãe natureza como a única responsável pela nossa existência onde o nosso único dever fosse cuidar dos animais e plantas.

Hoje tenho a felicidade de ter entre meus contatos homossexuais músicos, artistas, professores de educação física (a maioria hahaha), advogados, arquitetos, psicólogos, assistente sociais, dentistas, guardas… Apesar das diferenças entre profissões, status e condições financeiras são homossexuais que estão aí fazendo parte do mundo, não são aberrações. Entre todos os meus contatos tenho uma grande amiga que me ajudou bastante na minha própria aceitação como lésbica, ela é ex freira e hoje está terminando psicologia (renunciou sua antiga condição, mas não renunciou a religião), ela me mostrou os buracos que tinham na bíblia, mas me mostrou também o outro lado, o amor, o companheirismo ela não é a única que conheço que carrega o cristianismo… Ninguém no mundo tem a resposta para tudo, nem a bíblia e nem os cientistas. Talvez a natureza saiba de algo, já que o“comportamento” homossexual não é exclusividade nossa, está presente em alguns animais, vi uma vez uma reportagem sobre “duas pinguins” que mantinham um relacionamento sério, tipo um casamento e a prova era um ninho (aliança).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s