Saindo com uma Garota

No começo a gente teme em convidar uma garota para sair, pode ser que ela nem goste do babado, pode ser que ela já esteja num relacionamento, pode ser que ela se afaste de você. Tememos a sua reação não queremos receber um não, a ideia de nunca tentar parece mais viável e esse amor platônico (escondido) doeria menos que aquele NÃO.

Será? (Estou cantando agora, APENAS MAIS UMA DE AMOR – Lulu Santos)

Vamos ver alguns pontos positivos e negativos do possível encontro.

Positivo: Você terá um dia maravilhoso após esse encontro, irá lembrar dos minimalísticos detalhes do rosto da sua amada, vocês ficarão mais íntimas, quem sabe poderá acontecer um beijo, o papo irá fluir bem e você se sentirá mais madura e preparada para os próximos encontros que virão.

Negativo: Você ficará muito nervosa, não conseguirá puxar conversa, vocês não irão se divertir, ela vai demonstrar desaprovação, ela poderá usar um perfume que te deixará enjoada, ela vai evitar qualquer contato visual e ficará o encontro inteiro trocando mensagens pelo celular com outras pessoas.

Poderá acontecer inúmeras coisas e mesmo que você queira que seja perfeito não dependerá só de você para dá certo.

Não fica bolada caso ela recuse o pedido, o NÃO faz parte do nosso crescimento, eu mesma já fiquei deprimida e arrasada, já ouvi muito não na minha vida. Quando eu queria ir numa festa e minha mãe disse NÃO, quando faltava R$ 0,50 para comprar aquele livro e o vendedor disse NÃO, quando terminei um trabalho que demorou horas para ficar pronto e o professor disse que NÃO estava bom, quando eu fui a uma entrevista e a psicóloga disse NÃO para o meu currículo, quando o meu último projeto feito com tanto carinho, dedicação e esperança NÃO foi aprovado, quando eu caprichei no banho fiquei linda, fofinha e perfumada e minha namorada diz que NÃO ia rolar naquela noite etc etc etc.

Acho que o que nos faz ficar mais fortes são os NÃOS que recebemos, óbvio que os primeiros são os mais dolorosos. #NÃOSEMATEPORUMNÃO.

Sempre diga para você mesma que tens GRANDES conquistas e IMENSAS derrotas, isso ajuda a melhorar o humor quando falhamos em algo. (Comigo funciona eu lembro das coisas que já conquistei e quero conquistar)

Durante a fase crítica do meu relacionamento, resolvemos dá um tempo e cada uma seguir sua vida eu já estava uns 3 meses sozinha, carente e determinada a sair com alguém para extravasar. Tive três encontros.

O meu primeiro encontro foi com a doce e magnifica Nai, nós marcamos de tomar um sorvete fui sequestrá-la das aulas de piano, foi divertido atravessamos a rua correndo eu tinha uns 20 anos e ela 16 anos eu a achava muito jovem fiquei receosa de qualquer relacionamento (mudei tragicamente de opinião, ela é incrível e mais madura que qualquer uma de 30), no meio da conversa ela falou que gostava muito do meu cabelo e achava meus olhos muito meigos e bonitos, ela olhou bem no fundo dos meus olhos e disse que eu era LINDA (Aí meu Deus eu não esperava nada disso, fico envergonhada até hoje quando lembro, mas coisas assim é maravilhosas para a estima de toda mulher), ela chegou vagamente a tocar o meu rosto e EUUUU? TAVA QUASE ME MIJANDO, INSEGURA PRA CARALHO (Ainda pensava na ex/atual)! Me arrependi de não ter falado nada sobre os seus olhos e boca que chamavam a minha atenção. No fim continuamos a conversar, eu cheguei até fazer outro convite porém ela estava saindo também com outra menina e aconteceu dando certo. Ficamos só na amizade, acho que não bateu aquele “tchan” para gente. Ela me ligou algumas vezes, passamos horas falando sobre coisas e nos tornamos amigas.

A próxima a sair comigo foi a Thamires ela era mais velha alguns anos. Thami era muito interessante e comunicativa via inbox, porém ao vivo e em cores não falava nada, evitava contato visual, vivia envergonhada e quando eu puxava algum assunto ela reagia como a rainha do assunto, tinhas suas próprias opiniões sobre o mundo e zombava dos contra, me disse que mulher só servia para f* e o que importava era trabalhar e ganhar dinheiro… Não rolou nada (Ainda bem), falamos sobre nossas ex e resolvemos ir embora. Hoje ela é ele, era um transexual em processo estava passando por uns problemas, no fim das contas ficamos amigos.

A última foi a Marina, eu já a conhecia desde o fundamental eu não sabia que ela era lésbica. Nos reencontramos casualmente, ela estava tão diferente nós tínhamos a mesma idade e ao conversar com ela notei um certo egocentrismo, não estávamos lá para nos conhecermos, eu estava lá para conhecer apenas ELA (AFF’S!). Mari me falava constantemente das meninas com quem já havia saído, com quem já havia transado, dos casos com professoras e outras besteiras.  Uma colega apareceu de repente, me cumprimentou (=D sorte a minha) Marina olhou para a minha colega e quase a devorou com os olhos, me perguntou algumas coisas sobre ela e disse que iria a pegar (NOSSA, então tá). Bem isso afundou qualquer mínimo interesse que eu pudesse carregar, no fim fui para a casa e recebi alguns torpedos da Mari com mais besteiras, não respondi nenhuma dessas mensagens eu resolvi dá um tempo com as meninas… na minha cabeça eu repetia, a idiota (EU ESTAVA COM RAIVA) da minha ex realmente não é tão idiota assim, FIM.

Esses foram meus encontros, mas tiveram outros 2 pedidos para sair que foram recusados. (CALMA, não convidei essas garotas para saírem na mesma semana, esses encontros aconteceram numa temporada de uns 5 meses). Aprendi muito com eles e acho que para um relacionamento ser saudável ele deve começar do jeito certo, a primeira impressão não é a que fica?!

Aqui vai algumas recomendações para você que está tentando chamar alguém para sair: Antes do pedido para o encontro, dê uma pequena pesquisada sobre ela veja se vocês tem algo em comum, se por acaso ela está SOLTEIRA (caso não, melhor não arriscar ainda), descubra sobre os seus gostos e hobby assim você facilmente terá o que conversar; Feito isso o próximo passo é se PREPARAR para o pedido, eu sugiro que fale pessoalmente com a garota nada por Internet, pois se ela não for tão legal quanto você imaginava ser, é melhor prevenir um possível print de algum fora que possa viralizar pela sua cidade; O que falar? A primeira coisa é respirar fundo e chamar ela para conversarem em um lugar pouco movimentado, você deve ser BEM CLARA com o convite exemplo:  Oi ***, eu te chamei aqui porque gostaria de te chamar para sair, te acho interessante e atraente e queria que você soubesse. Você quer ir ao *** comigo? Caso ela aceite o convite segura a animação por uns instantes anote seu telefone, confirme o local do encontro, espera ela se despedir e bum! Comemore; Durante o encontro não pressione as coisas, mesmo que você já carregue um sentimento explosivo dentro de você NUNCA diga que a ama, ainda é muito cedo para isso. Tudo tem o seu tempo e a vida não vem com manual de instruções o jeito é arriscar.

Boa sorte =)

Um comentário sobre “Saindo com uma Garota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.