#Malala: ‘Educação é mais do que ler e escrever

A ativista paquistanesa Malala Yousafzai, palestrou na última segunda feira (09), sobre educação e direitos femininos

A mais jovem ganhadora do Nobel da Paz da história (em 2014, aos 17 anos), se dispôs a participar de evento sobre o poder transformador da educação e da leitura para alunos de escolas públicas e de ONGs parceiras do banco Itaú Unibanco envolvidas na mesma causa.

A jovem paquistanesa, que completa 21 anos daqui a duas semanas, foi ferida por um tiro de militantes do Talibã quando tinha 15 e, desde então, tornou-se uma figura conhecida mundialmente por sua campanha em defesa das mulheres e de seu direito à educação, numa região, o vale do Swat, onde a guerrilha havia imposto regras rígidas contra elas.

Em 2012, Malala levou um tiro na cabeça. Escolhida como alvo por conta de seu ativismo pelo direito das mulheres, a jovem conseguiu sobreviver, após receber tratamento no Reino Unido. Sua história correu o mundo.

Dois anos após o ataque, ela recebia o Prêmio Nobel da Paz tornando-se a ganhadora mais jovem da distinção. Em 2017, o secretário-geral da ONU, António Guterres, nomeou a ativista mensageira da paz das Nações Unidas.

Assista na íntegra:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.