A dança das amantes

“Os dois não paravam de dançar jitterbug, nem nos intervalos. Eu me sentia encolher até virar uma manchinha preta diante de todas aquelas mantas brancas e vermelhas e os lambris de pinho. Senti-me como um buraco no chão. Há qualquer desmoralizadora em olhar duas pessoas cada vez mais doidas uma pela outra, especialmente se a gente é a única pessoa na sala. É como observar Paris de um vagão que segue na direção oposta à cidade, que vai diminuindo a cada segundo, só que na verdade é como se a gente ficasse menor e menor, e mais solitária, mais solitária, disparando para longe de todas aquelas luzes e excitação, a um milhão de quilômetros por hora”.

Este trecho de THE BELL JAR, de Sylvia Plath é algo que me faz pensar.

Se você  realmente olhar de perto duas pessoas apaixonadas e se estiver solitário, você  se sentirá terrivelmente  deslocado. É simplesmente chocante a forma como nos sentimos sem jeito quando vemos determinadas demonstrações de afeto ao vivo.

Eu sempre desvio os olhos quando percebo um casal de namorados aos beijos. Fico vermelha, engasgo, e quando dou por mim, estou cantarolando alguma canção.

Quando estamos apaixonados queremos brindar a tudo. Qualquer motivo serve de desculpa para cantarmos o nosso amor.

Escrevemos poemas. Mudamos o corte de cabelo.

Emagrecemos.

Compramos um guarda-roupa novo e ousado e até nos permitimos ouvir aquelas músicas xaropes românticas.

Ah, o amor.

Ele não tem explicação.

Ele dói.

Ele acaba.

Ele começa de novo..de novo…

Mas, ainda acho que certos amores doem mais do que outros.

Certos amores  nunca passam ou acabam, apenas dão-se tréguas que podem durar meses ou anos para depois retornarem mais fortes e loucos do que antes.

Paixão é paixão. Amor….é muito mais.

O resto?

Não sei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.